top of page
  • Spotify - Círculo Branco
  • iTunes - Círculo Branco
  • YouTube - Círculo Branco
  • Bandcamp - Círculo Branco
  • Branca Ícone Instagram

(Abaixo,também em português)

I was born in March 02, 1976, São Paulo, Brasil (Brazil).

Older than 3 brothers.

 

At the age of 13, taking classes with Master Percio Sapia in CLAM, Zimbo Trio's Music School.

At the age of 16, in 1992, I joined the progressive rock trio Turtles Sharks & Beavers with Flavio Marchesin (vocals, keyboards, bass) and Eduardo Tibira (guitars, backing vocals).

We recorded a wild Demo-Tape in 1993; that we sold at our shows at the Black Jack rock bar, and in 1998, we recorded a CD.

 

In 1997, i was part of the percussion session of the Scottish Link Pipe Band, an authentic Scottish bagpipe band here in Brazil, created by the bagpiper Cristiano Taborda Bicudo

We participated in the Scottish bagpipe world festival In Glasgow, and took 36th place in the 4th division. In other words: a true "success" (IoI).

Between late 1999 and 2002, I formed, with guitarist Paulo Penov and vocalist Eliseu Paranhos, the Brazilian psychedelic rock band FREAK. During this period, we composed the songs for what would become the Opera- Rock 'Freak', which only became a CD in 2015.

Between 2002 and 2004, I moved away from music. I lost my father, got married, had my first child, went to study drawing and tried to work in other areas. I was pretty lost.
Disconnected and disillusioned with music, I played drums from time to time at my mother's house, just to remember. At most, one day I would teach my children to play

if they wanted to.

But in July 2004, through the pianist Ari Giorgi, I met Tito Martino and joined to his group. Tito was my great Jazz teacher. He taught me things about Jazz roots that we don't learn with the 'mainstream' teachers or music schools. Mr Aluísio Monteiro was another important professor to my grow up as a drummer as guitarist Wilson Gomes and pianist Dimas Ricci.

Between December 2012 and October 2013, i produced  the Cd

Pioneiros do Jazz Paulistano with great names of Traditional Jazz in Brazil, such as Tito Martino, Hector Costita, André Busic and Carlos Lima.

An album very well received by critics and public.

I also have Jazz recordings on Spotify with:

 Jazzy Ladies;

Hector Costita & Jazz Society Quartet

Ragtimers;  

Tito Martino;

Jazz Society Trio;

A Swing Jazz Trio;

Wilson Gomes;

Zingaro Trio; 

Hector Costita & Adriano Carvalho Trio;

A Cidade & O Jazz..

My songwriting albums are a very different from the Trad Jazz.
In them, I look for progressive and contemplative sounds mixing rhythmic ideas influenced by the drums of the 1930s with some concepts from my rock idols, Neil Peart, Bill Bruford, Carl Palmer, Keith Moon, Nick Mason, Alan White and Casey Scheuerell.
In general, I consider my authorial work a kind of draft, like a drawing sketch. In these 'sound sketches' there is a true experimentation of raw Jazz beats with a Prog and metaphysical atmosphere.
Sometimes, have some interesting ideas in there.

Since 2004, when I met Tito, I became a passionate researcher about the roots of jazz drums.
In October 2020, after 16 years of much research, I launched the

VINTAGE DRUMMING drum course, a rich online material with E.book, exercise videos, links to old records and bonus material.

In early 2021, I wrote, in an unpretentious way (more, even, for my personal study) a series of exercises that I called JAZZ PULSE, a free PDF focused on the pulse and timing of the old swing jazz drums. This was a material that I really like and my favorite in my daily studies.

I am also an illustrator of critical drawings about our existential conduct.

Thanks for reading,

Billy

_______________________________________

My main influences on the Jazz drumming:
Warren 'Baby' Dodds - Zutty Singleton - Tony Sbarbaro - Gene Krupa - Ray Bauduc -

Sonny Greer - Jo Jones - Sid Catlett - Lionel Hampton - Cozy Cole -  Louis Bellson -

Buddy Rich - Nick Fatool - Paul Barbarin - Joe Watkins - Josiah 'Cie' Frazier -

Jimmy Cobb - Vernel Fournier - Shelly Manne ...

Brazilian drumming : Percio Sapia - Milton Banana - Édison Machado - Rubens Barsotti -

Wilson das Neves -  Sonny Carr - Luciano Perrone - Hélcio Milito - Airto...

Rock drumming: Neil Peart - Carl Palmer - Bill Bruford - Alan White - Keith Moon -

Nick Mason - Casey Scheuerell - Earl Palmer - Charles Connor - Clyde Stubblefield...

================================================

================================================

================================================

 

VERSÃO EM PORTUGUÊS:

Nasci em 02 de março de 1976, São Paulo, Brasil (Brasil).
Mais velho de 3 irmãos.
Aos 13 anos, tive aulas com o Mestre
Percio Sapia no CLAM, Escola de Música do

Zimbo Trio.

Aos 16 anos, em 1992, ingressei no trio de rock progressivo Turtles Sharks & Beavers com Flavio Marchesin (vocal, teclado, baixo) e Eduardo Tibira (guitarra, backing vocals). Gravamos uma alucinada FITA DEMO em 1993; que vendíamos em nossos shows no 

ícônico bar de rock Black Jack. Em 1998, gravamos um Cd.

Em 1997, participei da sessão de percussão da Scottish Link Pipe Band, uma autêntica banda escocesa de gaitas de foles aqui no Brasil, criada pelo gaiteiro

Cristiano Taborda Bicudo.
Participamos do festival mundial de gaita de foles escocês em Glasgow e ficamos em 36º lugar na 4ª divisão.
Em outras palavras: um verdadeiro "sucesso" (rs).

Entre o final de 1999 e 2002, formei, ao lado do guitarrista Paulo Penov, do vocalista

Eliseu Paranhos e do baixista Cristiano Miano, a banda brasileira de rock psicodélico FREAK.

Nesse período, compusemos as músicas do que viria a ser a Ópera Rock 'Freak, que virou CD apenas em 2015.

De 2002 a 2004, me afastei da música. Perdi meu pai, casei, tive meu primeiro filho, fui estudar desenho e tentei trabalhar em outras áreas. Eu estava bastante perdido.
Desconectado e desiludido com a música, eu tocava bateria de vez em quando na casa da minha mãe, só para lembrar.  No máximo, um dia eu ensinaria meus filhos a brincar, se quisessem.

Mas, em Julho de 2004, através do pianista Ari Giorgi, conheci Tito Martino e entrei para seu grupo. Tito foi meu grande professor de Jazz. Ele me ensinou coisas sobre as raízes do Jazz que não aprendemos com os professores 'convencionais' ou escolas de música. Seo Aluísio Monteiro foi outro importante professor para minha formação como baterista e músico, assim também como o pianista Dimas Ricci e o guitarrista Wilson Gomes.

 

Entre dezembro de 2012 e outubro de 2013, produzi o

CD Pioneiros do Jazz Paulistano com alguns dos grandes nomes do jazz tradicional brasileiro ( Tito Martino, Hector Costita, André Busic e Carlos Lima).

Claro que faltaram outros grandes nomes, como os lendários Austin Roberts,

Willie Anderson dentre outros, mas não os conhecia na época, infelizmente!
Foi um álbum muito bem recebido pela crítica e pelo público.


No campo do Jazz, também fiz gravações com: 

Jazzy Ladies;

Hector Costita & Jazz Society Quartet

Ragtimers;  

Tito Martino;

Jazz Society Trio;

A Swing Jazz Trio;

Wilson Gomes;

Zingaro Trio; 

Hector Costita & Adriano Carvalho Trio;

A Cidade & O Jazz.

Meus álbuns de composição tem uma proposta bem  diferente do Jazz Tradicional.
Neles, busco sonoridades progressivas e contemplativas misturando ideias rítmicas influenciadas pela bateria do Jazz dos anos 1930, incorporando alguns conceitos de meus ídolos do rock, Neil Peart, Bill Bruford, Carl Palmer, Keith Moon, Alan White, Nick Mason e Casey Scheuerell.
Considero meu trabalho autoral uma espécie de rascunho sonoro. Com algumas exceções, a imensa maioria dos meus álbuns foram feitos só por mim (não por minha escolha), onde tive que compor, tocar tudo, operar a mesa de mixagem, fazer a capa... Nessas condições , estava além das minhas capacidades lapidar da forma ideal a música e a bateria contidas ali. Geralmente, as baterias eram gravadas em um 'take' só e, depois, eu já mergulhava, ansiosamente, em compor em cima delas. Mas, independente das limitações, acho que tem algumas ideias boas ali, mostrando uma busca sincera de experimentação entre o Jazz e Prog, com uma atmosfera metafísica.

Desde 2004, quando conheci o Tito, me tornei pesquisador das raízes da bateria no Jazz, até porque, na época, não havia material algum sobre o assunto, aqui no Brasil.
Em outubro de 2020, após 16 anos de muita pesquisa, lancei o curso online

VINTAGE DRUMMING , um material bastante completo, com E.book, vídeos de exercícios, links de gravações antigas, material bônus; enfim, um guia para o interessado no assunto, ter uma boa base para desenvolver a linguagem.

No início de 2021, escrevi, de maneira despretensiosa (mais, até, para meu estudo pessoal) uma série de exercícios que chamei de JAZZ PULSE,  PDF gratuito focado na pulsação e contagem de tempo da velha bateria do swing jazz. Este foi um material que gosto muito e  meu preferido nos meus estudos diários.

Também sou ilustrador de desenhos críticos sobre nossa conduta existencial.

Obrigado por ler até aqui,

Billy

________________________________________

Principais influências na bateria do Jazz:

Warren 'Baby' Dodds - Zutty Singleton - Tony Sbarbaro - Gene Krupa - Ray Bauduc -

Sonny Greer - Jo Jones - Sid Catlett - Lionel Hampton - Nick Fatool - Cozy Cole -

Louis Bellson - Buddy Rich - Paul Barbarin - Joe Watkins - Josiah 'Cie' Frazier -

Jimmy Cobb - Vernel Fournier - Shelly Manne...

Música brasileira : Percio Sapia - Milton Banana - Édison Machado - Rubens Barsotti -

Wilson das Neves -  Sonny Carr - Luciano Perrone - Hélcio Milito - Airto...

Rock: Neil Peart - Carl Palmer - Bill Bruford - Alan White - Casey Scheuerell - Keith Moon

- Nick Mason -  EarlPalmer - Charles Connor - Clyde Stubblefield...

bottom of page